Para uma vida longa, mude a sua atitude

É quase impossível realizar um estudo desta envergadura: seguir as pessoas desde a infância até à velhice, analisando as personalidades e hábitos de cada uma, para ver quais os melhores hábitos para a saúde a longo prazo. Quase impossível, mas não completamente. O Projeto Longevidade, já publicado em livro pelos psicólogos Howard S. Friedman e R. Leslie Martin, analisa ao pormenor um estudo que começou em 1921 e acompanhou 1500 meninos e meninas durante 80 anos.

«A melhor maneira de entender porque algumas pessoas conseguem chegar bem à velhice, enquanto outras morrem cedo, é seguir indivíduos durante a vida toda», diz Friedman. Os resultados provocaram brechas em muitas crenças antigas. Friedman partilha as maiores surpresas do estudo e os conselhos mais úteis:

O brilho não é eterno.

«O indicador-chave da personalidade de uma longa vida foi aquele que nunca esperávamos: ter uma consciência de retidão. Não foram as crianças mais alegres que tiveram as vidas mais longas. Mas aquelas que cumpriam as suas obrigações, que faziam os trabalhos de casa e de quem os pais diziam “tem a cabeça no sítio”. Elas desenvolveram padrões de vida saudáveis e mantiveram-nos. Aquelas que não eram muito de confiar em crianças, mas que se tornaram responsáveis em adultos, também mostraram níveis mais altos de longevidade.»

A felicidade é um resultado, e não uma causa.

«Todos sabemos que as pessoas felizes são mais saudáveis. As pessoas supõem que a felicidade leva-as a ser mais saudáveis, mas não foi isso que encontrámos. Ter um emprego em que se sente envolvida, boa formação, viver uma relação boa e estável, estarem envolvidas com outras pessoas, isso, sim, são coisas que causam a saúde e felicidade.»

O stress não é mau.

«Estamos sempre a ouvir alertas para os perigos do stress, mas as pessoas que estiveram mais envolvidas e dedicadas na realização de projectos e iniciativas viveram vidas saudáveis e longas. Não é bom se estiver sobrecarregado pelo stress. Mas as pessoas que prosperaram foram as que não desistiram facilmente. Ao invés, as que aceitaram os desafios e foram persistentes viveram mais.»

Escolher as companhias.

«Para tornar-se saudável, a melhor coisa que pode fazer é pensar sobre o tipo de pessoas com quem partilha o seu tempo. Se está envolvido com o tipo de pessoas que ajudam outras, tem mais confiança em si próprio e tem um motivo para se levantar bem-disposto de manhã. Um dos segredos da longevidade é juntar-se a grupos sociais e escolher hobbies ou trabalhos que levam naturalmente a padrões e atividades mais saudáveis.»

Fonte: Seleções

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!

Anúncios

About Jorge Duarte da Silva

” Mudar o mundo, ajudando cada um individualmente a mudar a forma como o vê! “

Posted on 2011/11/02, in Motivador Pessoal and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: