Monthly Archives: Dezembro 2011

Queres um 2012 Fantástico? Define objetivos inteligentes!

Depois da semente que te deixei no Natal, na qual colocaste os teus sonhos e objetivos, e enquanto ela está na terra, venho dizer-te como se definem objetivos. A definição de objetivos dever ser inteligente, SMART, que é o acrônimo das palavras:

ESpecifico (Specific)

Mensurável (Measurable)

Atingíveis (Achievable)

Realistas (Relevant)

Tempo Limite/Prazo (Time)

Não tenhas medo de definir objetivos. A dimensão do objetivo é muitas vezes vista de uma forma negativa: Tenho a certeza, não acho que isso é grande demais para mim? Sê realista, isso é muito?… .

Antes de continuar: “ Imagina que concretizar um objetivo, significa manter a vida de uma pessoa que amas! “ .Certamente já olhas para ele de forma diferente.

É muito mais fácil baixar os objetivos, que subir o esforço para os alcançar!

Por isso, a questão não é a dimensão do objetivo, mas sim os recursos pessoais que estás disposto a investir com o desígnio de os alcançar e a urgência com que vais encarar a situação.

Faz sentido para ti?

Para alcançarmos os nossos objetivos, no (s) próximo (s) ano (s), temos de saber responder com assertividade às perguntas:

1- Onde vou? Estratégia (São os meus objetivos)

2- Onde estou? Diagnóstico (Conhecer-me muito bem)

3- Como vou? Ação (Traçar o meu caminho)

As duas primeiras opções, são fáceis de fazer, mas nunca te esqueças o terceiro passo é decisivo, se não passares à ação nunca poderás chegar onde desejas. Uma grande caminhada, começa sempre com o primeiro o passo, depois é só seguires o teu ritmo.

Nunca te esqueças, como disse Abraham Lincoln “Ando devagar, mas nunca ando para trás”.

Normalmente nesta época do ano, é a altura em que todos nós fazemos um diagnóstico do ano que está a terminar e definimos objetivos para o ano seguinte. No entanto, não são formalizados no papel, sim no papel, só assim assumes um compromisso.

+

Um 2012 Fantástico para ti!

Anúncios

Feliz Natal : Ofereço-te uma Semente !

Quis neste dia do ano, e porque é Natal oferecer-vos de presente uma semente.

Esta semente é especial e receberá os teus sonhos e objetivos para a tua vida. Deves na noite de Natal, junto dos que mais amas, porque todos na vida nascemos do amor, pensar no que vais colocar dentro da tua semente. Depois no dia de Natal Tens 3 hipóteses:

1- Guardas a semente num lugar seguro.

2- Lanças para a terra e esperas.

3- Preparas o terreno, plantas a semente e cuidas dela.

Dependendo da opção que tomares, a colheita dos frutos será a seguinte:

1- Terás uma semente muito valiosa guardada mas ainda sem fruto.

2- Se o terreno for fértil ou alguém cuidar dela por ti, terá alguns frutos, caso contrário encontrarás algumas “ervas daninhas”.

3- Se cuidaste convenientemente da terra onde lançaste a semente, se regaste e adubaste convenientemente, terás frutos maravilhosos para colher e poderás deliciar-te com os mesmos.

 Está na tua mão, decidir o que fazer com a semente que te deixo.

Um Natal Fantástico para ti!

“Espirito de Natal” Pai, quanto ganhas por hora?

“Um dia, quando um homem chegou tarde a casa, cansado e irritado após um dia de trabalho, encontrou, esperando por si à porta, o seu filho de 5 anos.

– Papá, posso fazer-te uma pergunta?

– Claro que sim. O que é?

– Quanto ganhas numa hora?

– Isso não é da tua conta. Porque me perguntas isso?! – Respondeu o homem, zangado.

– Só para saber. Por favor… diz lá… quanto ganhas numa hora? – Perguntou novamente o miúdo. Bom já que queres tanto saber, ganho 10 euros por hora.

– Oh! – Suspirou o rapazinho, baixando a cabeça. Passado um pouco, olhando para cima, perguntou: – Papá, emprestas-me 5 euros?

O pai, furioso, respondeu: – Se a razão de tu me teres perguntado isso, foi para me pedires dinheiro para brinquedos caros ou outro disparate qualquer, a resposta é não! E, de castigo, vais já para a cama. Vai pensando no menino egoísta que estás a ser. A minha vida de trabalho é dura demais para eu perder tempo com os teus caprichos!

O rapazinho, cabisbaixo, dirigiu-se silenciosamente para o seu quarto e fechou a porta. Sentado na sala, o homem ficou a meditar sobre o comportamento do filho e ainda se irritou mais. Como se atrevia ele a fazer-lhe perguntas daquelas? Como é que, ainda tão novo, já se preocupava em arranjar dinheiro?

Passada mais ou menos uma hora, já mais calmo, o homem começou a ficar com remorsos da sua reação. Talvez o filho precisasse mesmo de comprar qualquer coisa com os 5 euros. Afinal, nem era costume o miúdo pedir-lhe dinheiro. Dirigiu-se ao quarto do filho e abriu devagarinho a porta.

– Já estas a dormir? Perguntou.

– Não, papá, ainda estou acordado. – Respondeu o miúdo.

Estive a pensar e talvez tenha sido severo demais contigo? – Disse o pai. Tive um longo e exaustivo dia e acabei por desabafar contigo. Toma lá os 5 euros que me pediste.

O rapazinho endireitou-se imediatamente na cama, sorrindo: – Oh, papá! Obrigado! E levantando a almofada, pegou num frasco cheio de moedas.

O pai, vendo que o rapaz afinal tinha dinheiro, começou novamente a ficar zangado.

O filho começou lentamente a contar o dinheiro, até que olhou para o pai.

– Para que queres mais dinheiro se já tens aí esse? – Resmungou o pai.

Porque não tinha o suficiente. Agora já tenho! – Respondeu o miúdo.

Papá, agora já tenho 10 euros! Já posso comprar uma hora do teu tempo, não posso? Por favor, vem uma hora mais cedo amanhã. Gostava tanto de jantar contigo.”

 

Estamos a aproximar-nos do Natal, uma época que por tradição faz lembrar as pessoas que mais gostamos, sendo para muitos a única época do ano em que está com elas.

Esta pequena história, faz-nos refletir, sobre o nosso modo de vida, quantos se identificaram com ela?

Aproveitemos esta época para compensar as horas que estamos a dever às pessoas que mais amamos.

No próximo ano, devemos ter em conta esta noção, e começar a planear o nosso tempo, de modo a que não deixemos dívidas de tempo para as pessoas que são importantes nas nossas vidas.

Por vezes esta falta de tempo está diretamente relacionada com a nossa menor capacidade em gerir o nosso tempo, lembrem-se do frasco da maionese já aqui publicado.

Fonte: Recebido por Email

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!

O mundo é um espelho!

Há algum tempo atrás existia, numa distante e pequena vila, um lugar conhecido como A Casa dos Mil Espelhos.

Certo dia, um pequeno e feliz cãozinho soube deste lugar e decidiu visitar.

Quando lá chegou, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa. Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas e abanando a sua cauda, tão rapidamente quanto podia.

Para sua grande surpresa, deparou-se com outros mil pequenos e felizes cãezinhos, todos a abanarem as suas caudas, tão rapidamente quanto a dele.

Nesse momento, deu um enorme sorriso e foi correspondido com mil sorrisos enormes.

Quando saiu da casa pensou:’Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um milhão de vezes’.

Na mesma vila havia outro pequeno cãozinho, não tão feliz quanto o primeiro, que decidiu também visitar a casa.

Subiu lentamente as escadas e espreitou através da porta.

Quando viu mil cães a olhá-lo fixamente, rosnou e mostrou os dentes e ficou assustado ao ver mil cães a rosnar-lhe e a mostrar-lhe os dentes.

Saiu a correr e pensou: “Que lugar horrível, nunca mais volto aqui!”

Todos os rostos no mundo são espelhos. Agora é só escolheres o que mostras ao espelho!

Fonte: Recebido por email.

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!

Como consertar o mundo

Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de melhorá-los. Passava dias no seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas.

Um dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar. O cientista nervoso pela interrupção, tentou que o filho fosse brincar noutro lugar. Vendo que seria impossível demovê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção. De repente deparou-se com o mapa do mundo, o que procurava! Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, entregou ao filho dizendo:

– Tu gostas de quebra-cabeças? Então vou dar-te o mundo para consertar. Aqui está o mundo todo em bocados. Vê se consegues consertá-lo bem direitinho! Faz tudo sozinho. Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa. Read the rest of this entry

Sucesso e valor

Recebi este texto em forma de anedota:

” Um agricultor colecionava cavalos e só lhe faltava uma determinada raça.

Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha esse determinado cavalo e convenceu-o a vendê-lo.

Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário:

– Bem, o seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu voltarei e, caso ele não esteja melhor, será necessário abaté-lo.

Ali perto, um porco escutava a conversa toda.

No dia seguinte deram o medicamento e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:

– Força amigo! Levanta-te daí, senão serás sacrificado!

No segundo dia, deram-lhe o medicamento e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:

– Vamos lá amigo, levanta-te senão vais morrer!

– Vamos lá, eu ajudo-te a levantar. Upa! Um, dois, três.

No terceiro dia deram-lhe o medicamento e o veterinário disse:

– Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.

– Quando se foram embora, o porco aproximou-se do cavalo e disse:

– É agora ou nunca, levanta-te depressa! Coragem! Upa! Upa!

Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três, agora mais depressa,  vai fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Tu venceste, Campeão!!!

Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo a correr no campo e gritou:

– Milagre! O cavalo melhorou! Isto merece uma festa. Para comemorar, Vamos matar o porco! “

Moral da história:

Esta situação acontece com muita frequência nas organizações e na vida social. Muitas vezes o mérito pelas conquistas e pelo sucesso não é atribuído às pessoas que realmente o merecem, porque muitas vezes também se torna difícil perceber quem foi. É muito importante que tenhamos consciências que isto acontece.

Não nos esqueçamos  de Albert Einstein, que nos diz: Procura ser uma pessoa de valor, em vez de procurares ser uma pessoa de sucesso.

Faz sempre o teu melhor!

Fonte: Recebido por email.

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!


Ric Elias: Em que pensou enquanto o avião caía?

Ric Elias: 3 coisas que eu aprendi enquanto o meu avião caía!

Ric Elias estava na primeira fila do vôo 1549, o avião que “aterrou” no rio Hudson em Nova Iorque, em Janeiro de 2009.

Em que pensou enquanto o avião caía?

 Aqui ele partilha a sua história pela primeira vez.

 Vale a pena.

 

 Pensa nisto hoje, não esperes ter a mesma “sorte” num avião!

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!

A diferença entre o vencer e o sucesso

John Wooden, é considerado um dos maiores técnicos de basquetebol de todos os tempos, a sua filosofia tem servido de inspiração para líderes de grandes organizações e para outros técnicos dos mais variados desportos.

No seu vídeo, ele fala sobre a diferença entre o vencer e o sucesso.

As suas palavras mostram que devemos procurar o melhor dentro de cada um de nós. Devemos tentar alcançar a nossa melhor performance, que não significa conquistar os primeiros lugares.

A verdadeira vitória, não é quando conseguimos chegar ao primeiro lugar, é sim sempre que damos o nosso melhor.

Seja no desporto, seja no trabalho ou em casa: Dá sempre o teu Melhor!

Ou clique aqui: TED

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!

Sabes o caminho a seguir? Não. Então qualquer um serve!

“Numa das histórias de Alice no País das Maravilhas, a pequena Alice resolveu seguir o coelho, um animal com problemas de gestão de tempo, e, quando deu por ela, estava completamente perdida. Até que, num cruzamento de caminhos, encontrou o gato. De seguida tiveram o seguinte diálogo:
Alice: Por qual dos caminhos devo seguir?
Gato: Para onde é que queres ir?
Alice: Não sei!
Gato: Então qualquer caminho serve!”

O que tem esta história a ver com a tua vida? Read the rest of this entry

“As coisas foram feitas para ser usadas e as pessoas para ser amadas ? “

“Se as coisas foram feitas para serem usadas,

E as pessoas para serem amadas,

Por que se usam as pessoas e se Amam as coisas!” Klyslene


O Mundo transformou-se, vivemos numa época de consumismo, as pessoas estão mais interessadas em bens materiais, muitos acham que conseguindo bens materiais acham que as pessoas se vão interessar por elas pelo que têm, não pelo que são.

Para muitas pessoas, para obterem os ditos bens materiais, fazem-no muitas vezes à custa da dor e do sofrimento das outras pessoas. Será que vale a pena?

Da próxima vez, pensa para dentro de ti, e pensa se o que vais obter de ganho, à custa da perda de outro, te faz realmente feliz.

Não te esqueças que a verdadeira felicidade e o verdadeiro sucesso só se consegue fazendo os outros felizes. Se assim fizeres, o teu sucesso e a tua felicidade virão até ti.

+

Tem um dia magnífico. Diverte-te!