Também colocas limites a ti próprio?

Comboio_1classe_vagao_quererserConta-se que numa aldeia distante, ao sul de Varsóvia, um de seus habitantes mais pobres, o José, recebeu um bilhete de comboio para visitar um primo muito rico.
Ele chegou à estação segurando o seu bilhete, como nunca tinha viajado de comboio, José não sabia como agir.
Ele viu um grupo de pessoas bem vestidas e imaginou que não se deveria se sentar com elas. No fundo da estação estava um grupo de malandros maltrapilhos, juntou-se a eles imaginando que aquele era o seu lugar.
Os passageiros da primeira classe embarcaram, mas os maltrapilhos ficaram à espera, de repente, ouviu-se um apito e o trem começou a andar, os malandros saltaram para dentro do vagão de bagagens, e José entrou com eles, ficando encolhido num canto escuro do vagão, continuando a segurar o bilhete na mão e com muito medo.
Ele aguentou firme, imaginando que aquele era o seu lugar. Até que a porta do vagão se abriu e entrou o maquinista acompanhado por dois policiais, reviraram as bagagens até que encontraram José e seus “amigos” no fundo do vagão.
O maquinista então perguntou: -Posso ver os bilhetes?
José prontamente se levantou e apresentou o seu bilhete.
O maquinista analisou o bilhete e começou a gritar: -Meu rapaz, tu tens um bilhete de primeira classe. O que estás a fazer aqui no vagão de carga?
E o maquinista concluiu: – Quando se tem um bilhete de primeira classe, a pessoa deve comportar-se como um passageiro de primeira classe.

Fonte: Recebido por Email. Autor desconhecido.

Desde muito novos que somos progressivamente limitados nos horizontes que podemos alcançar, nem nos passa pela cabeça que podemos ser alguém de muito sucesso, tal como o José nunca pensou que poderia viajar em 1ª classe, provavelmente pensou “- Isso não é para mim”.
Muitas vezes, a nossa falta de horizontes positivos e de alcançar o sucesso, está em nós mesmos, pois somos nós que a criamos, e ao mesmo tempo é-nos incutida (simultaneamente) por quem nos rodeia, pelo local onde nascemos, os amigos com quem nos relacionamos, pela sociedade em geral.É necessário que acredites que podes alcançar aquilo que desejas, só assim poderás programar-te nessa direção, não faças o inverso.

 Paul Mckenna num dos seus livros sugere que devemos reprogramar a nossa auto imagem para o sucesso, todos os dias encontra um momento para relaxar e procede da seguinte forma:

  • Imagina o teu outro Eu à tua frente, uma pessoa magnífica, de sucesso, feliz, rica, …..
  • Observa como esse Eu verdadeiro se apresenta, respira, sorri, caminha e fala. Veja como o EU autêntico fala com os outros. Repara como este eu verdadeiro lida com os problemas e se dirige para os seus objectivos.

Acredita sempre que podes, que vais alcançar, imagina o teu Eu alcançando aquilo que mais deseja. Para que assim possas ocupar aquele lugar que realmente é teu, a 1ª classe tal como o José.

Artigos relacionados:

A História de uma “ÁGUILINHA” ou a de alguns homens!

 Como são as tuas crenças. Limitadoras ou proactivas?

 Já pensaste abandonar a tua zona de conforto ?

Sabes como se prende um elefante ?

Serás um bom “domador” de “animais”?

+

Tem um dia potente. Diverte-te! 

About Jorge Duarte da Silva

” Mudar o mundo, ajudando cada um individualmente a mudar a forma como o vê! “

Posted on 2012/12/06, in Liderança, Marketing Pessoal, Motivador Pessoal, Motivador Profissional and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. 14 comentários.

  1. É caso para dizer… um livro é muito mais que a sua capa. É necessário descobrir a essência! Ver e sentir para além do evidente!

    Um dia repleto de momentos Felizes e de Concretizações!

  2. Nunca te despeças do sucesso, sem tentares a primeira entrevista…

    Excelente história, como sempre!
    Um abraço,
    Carla Pais

  3. Parabéns mais uma vez Jorge!!Inspirador este texto!Mais uma vez,uma exemplo de vida fantástico…e que se aplica tão bem à vida prática de tantos de nós! Pena que apenas alguns sejam realmente dignos de 1ª classe…pela forma como lidam naturalmente com ela!É viciante ler o que publica🙂

  1. Pingback: Também ficas sem “força” e pensas em desistir? « NeuroCrescimento

  2. Pingback: “O que o senhor não faria se soubesse ler e escrever?…” | NeuroCrescimento

  3. Pingback: Também tens estacas mentais? | NeuroCrescimento

  4. Pingback: Como te encontras em paz e tranquilidade? | NeuroCrescimento

  5. Pingback: Sabias que existe um oceano a esperar por ti? | NeuroCrescimento

  6. Pingback: Somos prisioneiros de uma caverna – “Alegoria da caverna” | NeuroCrescimento

  7. Pingback: Vou “obrigar-te” a voar! Ou já sabes voar? | NeuroCrescimento

  8. Pingback: O medo de perder, tira a vontade de ganhar! | NeuroCrescimento

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: