Monthly Archives: Fevereiro 2013

Gostas de demonstrar a tua raiva aos outros?

Raiva-Frustração-Insultos-magoar“Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, ficava com raiva na menor provocação.
Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes sentia-me envergonhado e esforçava-me por consolar a quem tinha magoado.
Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão de raiva, me entregou uma folha de papel lisa e me disse: – amassa-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
– Agora – voltou a dizer-me – deixa-a como estava antes.

Read the rest of this entry

Anúncios

Onde procuras a tua essência ?

cavalo_essenciaConta uma história da tradição budista que um monge entrou numa vila montado num cavalo, e os habitantes da vila perguntaram-lhe para onde se dirigia.
Ele então respondeu:
-“Procuro um cavalo!”
As pessoas entreolharam-se, intrigadas, e começaram-se a rir. O monge seguiu o seu caminho.
No dia seguinte, de novo montado num cavalo, o monge voltou à vila. E de novo as pessoas perguntaram-lhe o que procurava.
– “Procuro um cavalo!”, foi novamente a resposta. Read the rest of this entry

” E separam-se. Para sempre? Nunca se sabe! “

Amor_Oferta_PerspetivaConta-se que uma vez um casal, casados à largos anos, viviam felizes.
Ele um empresário bem-sucedido, com vários negócios, passava largas horas no escritório, ao passo que ela cuidava da casa e dos filhos. Um dia, ao pequeno-almoço ela chega-se ao pé dele e diz-lhe:
– Querido já não me ofereces flores há muito tempo!
Ele ouviu, ficou a pensar nisso e ao chegar ao escritório, pediu à empregada para mandar entregar 10 ramos de rosas em casa, para ela.
Quando à noite chegou a casa, muito feliz pelo que tinha feito, a esposa diz-lhe, temos de ter uma conversa séria:
– Quero o divórcio! Read the rest of this entry

Mais 5 Minutos – A Importância da Paciência !

É importante ter prioridades na vida , mas devemos saber realmente definir essas prioridades.

A crise e o vendedor de cachorros

Vendedor_Crise_NoticiasUm homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorros-quentes. Não tinha rádio, não tinha televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia os melhores cachorros-quentes da região.
Preocupava-se com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava e gostava.
As vendas foram aumentando e, cada vez mais ele comprava o melhor pão e as melhores salsichas. Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender a grande quantidade de fregueses.
O negócio prosperava…Os seus cachorros-quentes eram os melhores!
Com o dinheiro que ganhou conseguiu pagar uma boa escola ao filho. O miúdo cresceu e foi estudar Economia numa das melhores Faculdades do país.
Finalmente, o filho já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo cachorros-quentes feitos com os melhores ingredientes e gastando dinheiro em cartazes, e teve uma séria conversa com o pai:
– Pai, não ouve rádio? Não vê televisão? Não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso País é crítica. Há que economizar! Read the rest of this entry

“Devem voar juntos nunca amarrados!” – Especial Dia S. Valentim

Casamento_Amor_União_voarConta uma velha lenda dos índios Sioux, que uma vez, Touro Bravo, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros, e Nuvem Azul, a filha do chefe da tribo, uma das mais formosas mulheres da tribo, chegaram de mãos dada à tenda do velho feiticeiro da tribo.
-Nós amamos-nos muito e vamos nos casar – disse o jovem. E nos amamos tanto que queremos um feitiço, um conselho, ou um talismã,…, alguma coisa que nos garanta que poderemos ficar sempre juntos, que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até encontrarmos a morte. Há algo que possamos fazer?
E o velho emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:
-Existe uma coisa que pode ser feita, mas é uma tarefa muito difícil e sacrificada. Read the rest of this entry

Um verdadeiro amigo!

Amigos_AjudaDurante a guerra, um dos soldados, vendo que o seu amigo não tinha voltado, foi ter com o Tenente e disse-lhe:
-O meu amigo não voltou do campo de batalha, Senhor, solicito permissão para ir buscá-lo.
– “Permissão negada” – replicou o oficial -Não quero que arrisques a tua vida por um homem que provavelmente está morto.
O Soldado ignorou a proibição, saiu, e uma hora mais tarde regressou, mortalmente ferido, transportando o cadáver do seu amigo. Read the rest of this entry

“Faleceu a pessoa que atrapalhava a tua vida…”

responsabilidade_responsavel

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava a tua vida.
Um dia, quando os funcionários chegaram ao trabalho, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:
“Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava a tua vida na Empresa. Estás convidado para o funeral ”.
No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava a atrapalhar a sua vida e atrapalhava o seu crescimento na empresa. A agitação no funeral era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila.
Conforme as pessoas se iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

https://neurocrescimento.wordpress.com/wp-includes/js/tinymce/plugins/wordpress/img/trans.gif Read the rest of this entry

Não compliques. Simplifica!

Cadeira_Simples_Complicafo_soluçãoUm professor de Filosofia entra na sala de aula, põe a cadeira em cima da mesa e escreve no quadro:
-Provem-me que esta cadeira não existe.
Apressadamente, os alunos começaram a escrever longas exposições sobre o assunto, tentando provar o que o professor tinha pedido.
No entanto, um dos alunos escreve apenas duas palavras na folha e entrega-a ao professor.
Este, quando a recebe, não pode deixar de sorrir depois de ler: Read the rest of this entry

Janeiro 2013- 1º Mês a atingir 7000 Visitas. Obrigado!
Artigo mais lido este mês: Comunicação e o Pão com Manteiga ?

NeuroCrescimento

Conta a história que um casal, no dia em que fazia as suas bodas de prata, tomava o café da manhã junto.

A mulher passou a manteiga na “côdea” do pão e deu-o ao marido, ficando com o miolo. Ela pensou:“ Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo muito o meu marido e, durante 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer o meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida”.

Para sua surpresa, o rosto do marido devolveu-lhe um sorriso sem fim e disse-lhe:

View original post mais 223 palavras