O que te MOTIVA ?

MotivaçãoPara tudo o que fazemos existe um motivo. Um motivo para uma ação!
Motivação: Vem do Latim moveres (mover) refere-se em psicologia, em etologia e em outras ciências humanas à condição do organismo que influencia a direção (orientação para um objetivo) do comportamento. É o impulso interno que leva à ação. ( Wikipédia)

MOTIVAÇÃO = MOTIVO + AÇAO
Podemos dividir a motivação em 3 grandes categorias:
1) Motivação – 1.0 | Chicote
2) Motivação – 2.0 | Cenoura
3) Motivação – 3.0 | Prazer

Motivação1_2_3- Chicote-cenoura-prazer

Motivação – 1.0 | Chicote
Como o próprio nome indica, é a forma mais primária de ter uma razão para fazer algo, através da dor, desde o mundo animal ao homem primitivo, para saciar a fome o homem tem de ir caçar. MOTIVO: Sobreviver / Comer— AÇAO: Sair para caçar.
Atualmente á necessário pagar as prestações, quer nos levantemos com muita ou pouca vontade temos de ir trabalhar para que ao fim do mês venha o dinheiro para as prestações, este e o chicote que temos.
MOTIVO: Pagar casa – AÇAO: Ir trabalhar.

Motivação – 2.0 | Cenoura
Mas eu quero uma casa maior, com piscina, um carro de sonho. Assim vou trabalhar mais horas e ganhar mais, ou até ter um 2º emprego. Neste momento eu vou trabalhar para ganhar mais, para ter
MOTIVO: Carro de sonho – AÇAO: Trabalhar mais horas.

Motivação – 3.0 | Prazer
Eu faço o que faço pelo prazer que tenho em fazer determinada atividade, tanto profissional como pessoal, nem estou preocupado com o que vou ganhar, quero ter o prazer de fazer.
Isto também acontece um pouco no protótipo de vida que conhecemos, e na altura em que chegamos à reforma, e nessa altura, já não estamos preocupados em pagar a casa, ter uma casa maior ou ter um carro melhor, nesta altura queremos viver o resto da nossa vida fazendo aquilo que não tivemos oportunidade de fazer nos anos anteriores. Vamos dedicar-nos mais:
– Estar com amigos e família
– Viajar
– Praticar um desporto
– Escrever um livro
– …
Uma serie de atividades que não foi possível de realizar pelas condicionantes e prioridades que estabelecemos na nossa vida.

História:

Um empresário muito rico, decide tirar férias numa pequena ilha. Ele trabalhou arduamente toda a sua vida e decidiu que estava na altura de gozar os frutos do seu trabalho. Animado com a visita à ilha, pois tinha ouvido falar que a pesca era incrível na ilha. Desde Jovem tinha uma paixão pela pesca, mas como sempre trabalhou muito para assegurar a sua reforma nunca teve oportunidade para pescar até então.
Assim, no primeiro dia que chegou à ilha, o empresário tomou o seu pequeno-almoço e foi até à praia. Lá encontrou um pescador que carregava um grande balde cheio de peixes…
– Quanto tempo você esteve a pescar? – Pergunta ele.
O pescador olha para o empresário com um grande sorriso e explicou-lhe que pesca cerca de três horas diariamente.
O empresário pergunta ao pescador porque é que ele não continua a pescar mais peixe.
O pescador pacientemente explicou que o que ele tinha pescado era o que ele necessitava. E rematou com: -“Agora vou passar o resto do dia com a minha família, a conversar com os meus amigos e talvez beber um pouco de vinho. Depois vou relaxar na praia“.
O empresário sente-se na obrigação de ensinar este pescador camponês uma coisa ou duas. Assim, o empresário diz ao pescador que ele deveria pescar todo o dia e conseguir mais peixe. Então depois podia juntar algum dinheiro extra para comprar um barco maior e apanhar ainda mais peixe. Depois poderia manter e reinvestir os lucros em barcos e contratar mais trabalhadores para trabalhar para ele. Após 20 ou 30 anos certamente conseguiria tornar-se num homem muito rico.
O empresário sente-se satisfeito por ter ajudado o pescador ao explicar-lhe como ele se poderia tornar rico. Em seguida o pescador olha para o empresário com um olhar confuso e pergunta-lhe e o que fará quando se tornar rico?
O empresário responde rapidamente:
– “Pode passar o resto do dia com a família, conversar com os amigos e talvez beber um pouco de vinho. Depois ainda pode relaxar na praia“.
– Mas isso já eu tenho! Responde o pescador.

Fonte : Autor desconhecido da história.

Conclusão:
Para tudo o que fazemos temos um motivo e o motivo difere de pessoa para pessoa e da situação onde se encontra no momento atual.
Cada um sabe o que é melhor para si mesmo, e a visão de sucesso é diferente de uma pessoa para outra. Não podemos dizer a alguém qual o seu motivo, essa é uma reflexão que tem de ser feita pelo próprio, no máximo devo tentar descobrir quais os seus motivo e tentar ajudar da forma quer me for possível.
Para finalizar desafio-vos a encontrarem os verdeiros motivos que vos fazem fazer o que fazem no dia-a-dia em cada ação que tomam!

Artigos relacionados:

14 maneiras para se manter motivado!

Os 10 mandamentos da Motivação

Encaras os teus problemas como desafios ou como desculpas ?

O Sucesso é ACREDITAR. Acredita se quiseres!

Agir e Acreditar para Alcançar?

Encontras o que procuras? Oportunidade ou dificuldade!

Quanto vale uma hora tua? ( Dia do Pai!)

Sabes porque é que a maior parte das pessoas dorme tanto?

Falta de Tempo: Lembras-te do Frasco de Maionese e do Café?

+

Tem um dia Potente. Diverte-te! 

About Jorge Duarte da Silva

” Mudar o mundo, ajudando cada um individualmente a mudar a forma como o vê! “

Posted on 2013/05/24, in Liderança, Marketing Pessoal, Motivador Pessoal, Motivador Profissional and tagged , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. 5 comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: