Convicções – Quando a chávena encher, deixe-a transbordar

“Quando achamos que sabemos tudo, quando temos muitas certezas, quando a nossa cabeça está totalmente cheia de verdades, então a nossa cabeça não tem espaço para mais nada, novos ensinamentos e percepções não conseguem chegar.”

NeuroCrescimento

Conta-se que Nan-In, sábio mestre japonês, uma vez recebeu a visita de um professor universitário, doutorado com “louvor e distinção” em conceituadas universidades, que lhe veio perguntar  sobre filosofia Zen.

O professor iniciou um longo discurso intelectual sobre as suas dúvidas e Nan-In começou a tentar esclarecê-lo. Mas, a cada frase ou opinião do mestre japonês, logo o professor universitário contrapunha o que o mestre dizia  falando das suas teorias académicas.

Entretanto, chegou a hora do chá. Nan-In serviu o visitante e encheu a chávena do professor universitário, e continuou a enchê-la, derramando chá pela borda.

O professor, ao ver o excesso de chá a derramar-se, sem se poder mais conter, disse:

“Está muito cheio. Não cabe mais chá!”

Então Nan-In, o sábio mestre japonês, disse:

”Como esta chávena, você está completamente cheio das suas próprias crenças, preconceitos, opiniões, teorias, especulações… Como quer aprender qualquer coisa nova e diferente…

View original post mais 273 palavras

Anúncios

About Jorge Duarte da Silva

” Mudar o mundo, ajudando cada um individualmente a mudar a forma como o vê! “

Posted on 2015/01/05, in Motivador Pessoal. Bookmark the permalink. 1 Comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: